Primeira Habilitação

Se você pretende tirar sua carteira de motorista, a Permissão para Dirigir, ou primeira habilitação, é concedida pelo período de um ano aos candidatos considerados aptos nos exames teórico e prático.

Após o período de um ano, a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou habilitação definitiva é concedida desde que o motorista não tenha cometido nenhuma infração de natureza grave ou gravíssima ou seja reincidente em infração média.

Quem pode obter a Permissão para Dirigir?
Para tirar a primeira habilitação, o candidato deve ser maior de 18 anos, saber ler e escrever, possuir carteira de identidade e CPF próprio.

Atualmente a sequência é a seguinte:

  • Inscrição na Autoescola De Marco
  • Pré-cadastro no Detran(Poupatempo)
  • Exame Médico e Psicotécnico
  • Curso teórico em 45 horas – de segunda/sexta (manhã, tarde ou noite) ou sábado (manhã)
  • Exame Teórico no DETRAN(Poupatempo)
  • Curso prático na Autoescola – é obrigatório fazer o mínimo 20 aulas (  práticas )
  • Exame Prático no DETRAN

Documentos Necessários

  • Carteira de Identidade (RG)
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF)
  • Comprovante ORIGINAL de endereço em
    seu nome ou de seus pais (conta de luz,
    água, banco, telefone fixo ou celular)

HORÁRIOS DE AULA TEÓRICA (CFC)

Segunda a Sexta:
Manhã Das 7:30 Às 11:20
Tarde Das 13:30 Às 17:20
Noite Das 19:00 Às 22:50

Sábado: Das 08:00 Às 11:50

HORÁRIOS DAS AULAS PRÁTICAS

Seg./Sex: Das 07:00 Às 19:40
Sábado: Das 07:00 Às 12:00

Perguntas frequentes

CARRO (B)

O candidato deverá ter 18 anos completos (penalmente imputável); saber ler e escrever; possuir documento de identidade ou equivalente e possuir Cadastro de Pessoa Física (CPF), além da documentação exigida deverá procurar a auto escola De Marco para o pagamento de taxa para este serviço e submeter-se a exames realizados pelo DETRAN-SP, na seguinte ordem: de  Avaliação Psicológica e Aptidão física e mental; prova de legislação de trânsito; de direção veicular, realizado em via pública, em veículo de categoria para a qual estiver habilitando-se.

Sim, desde que examinado pela Junta Médica Especializada do Órgão Executivo de Trânsito e, se considerado Apto, deverá ser encaminhado à prova de direção veicular, com adaptações no veículo que o caso requer. (resolução 80/98 – anexo I – CONTRAN). O candidato que necessite de veículo com adaptações, poderá usar o seu próprio veículo para realizar o exame de direção veicular, desde que devidamente autorizado pelo Detran Tocantins.

Se o candidato é flagrado dirigindo sem habilitação, ou por algum motivo leva uma multa, quando tem um veículo em seu nome, por exemplo, o processo pode ser prejudicado.  A partir do momento que o candidato tem o número RENACH (que é aquele inscrito ao dar entrada no processo), a multa pode ficar atrelada a ele e aí sim suspender o processo de habilitação ou até mesmo a multa constar na Permissão para Dirigir (PPD) do infrator.

O candidato que for aprovado em todas as etapas do processo de habilitação receberá a Permissão Para Dirigir, que é válida em todo território nacional, inclusive rodovias. Esta é uma dúvida muito comum entre os recém-habilitados, mas ao contrário do que muitos imaginam, não há nada no Código de Trânsito Brasileiro que proíba o condutor com a PPD de dirigir em rodovias. porém os especialistas alerta sobre os perigos deste ato. Pessoas que dirigem bem nas cidades nem sempre são bons condutores nas rodovias, quando estamos falando de condutores sem experiência, o risco é dobrado. Isso ocorre porque conduzir em estradas e rodovias exige uma experiência completamente diferente de conduzir em trânsito urbano.

Se no período de um ano o condutor não cometer infrações graves ou gravíssimas e nem reincidir em multa por infração média, ele terá direito a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Caso contrário, terá que reiniciar todo processo de habilitação.

Sim, estrangeiro pode dirigir no Brasil com sua Habilitação dentro do prazo de 180 dias a contar da entrada no País. A matéria se encontra regulamentada pela Resolução n.º 360/2010 – CONTRAN.

MOTO (A)

Com a categoria A é possível guiar veículos motorizados de duas ou três rodas com ou sem carro lateral.

Para tanto, é preciso participar do processo de obtenção da 1ª habilitação para conseguir a CNH, sendo dispensada a experiência em outra categoria.

Para incluir a categoria A, o candidato precisa:

Ter a CNH (Carteira Nacional de Habilitação);
Ir até a auto escola De Marco;
Realizar o Exame Médico para fins de adição de categoria;
Fazer o Curso Prático;
Prestar o exame de de direção.
O tempo médio para incluir a categoria A é de 30 dias úteis.

O candidato deverá ter 18 anos completos (penalmente imputável); saber ler e escrever; possuir documento de identidade ou equivalente e possuir Cadastro de Pessoa Física (CPF), além da documentação exigida deverá procurar a auto escola De Marco para o pagamento de taxa para este serviço e submeter-se a exames realizados pelo DETRAN-SP, na seguinte ordem: de  Avaliação Psicológica e Aptidão física e mental; prova de legislação de trânsito; de direção veicular, realizado em via pública, em veículo de categoria para a qual estiver habilitando-se.

A categoria A, categoria de moto de duas ou três rodas, segundo o projeto de lei, será dividida em três subcategorias:

A1 para motos de até 300 cilindradas;
A2 para motos de até 700 cilindradas;
e A3 para todas as motos, independentemente da cilindrada.